Eventos - USA

02/06/2010

Corporate Governance in Brazil: The Way Ahead

No dia 2 de junho, o Instituto Brasileiro de Direito Empresarial - IBRADEMP organizou o seminário Corporate Governance in Brazil – the Way Ahead, no escritório Davis Polk & Wardwell, na cidade de Nova Iorque, um dos mais renomados escritórios jurídicos americanos. O evento foi organizado por Fernando Szterling, coordenador da Seção de Nova Iorque do IBRADEMP, e Rafael Villac Vicente de Carvalho, advogado do Peixoto e Cury Advogados, um dos escritórios líderes em direito empresarial no Brasil. Maurice Blanco, sócio do grupo de mercado de capitais do Davis Polk & Wardwell, participou da organização e coordenou vários dos preparativos necessários. O evento contou com a participação de mais de noventa pessoas, entre advogados, profissionais do mercado financeiro e estudantes.

Fizeram apresentações representantes da New York Stock Exchange (NYSE) Euronext; Peixoto e Cury Advogados; Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), uma das mais importantes organizações dedicadas à melhoria das práticas de governança corporativa no Brasil; e Sodali, uma empresa internacional de consultoria com forte presença na área de governança corporativa. O painel foi moderado por Eric van Aalst, presidente da Citco Corporate Services Inc., subsidiária em Nova Iorque do grupo financeiro internacional Citco.

John Carey, Chief Counsel de US Equities na Divisão de Assuntos Jurídicos e Governamentais da NYSE Euronext, discorreu sobre o arcabouço legal e regulatório de governança corporativa no mercado americano, com ênfase no Sarbanes-Oxley Act e regulamentos da NYSE para companhias listadas.

José Ricardo de Bastos Martins, sócio da área societária do Peixoto e Cury Advogados, abordou a legislação brasileira aplicável, as recentes mudanças nas regulações da CVM, e o debate sobre mudanças às regulações vigentes e às regras de governança corporativa da BM&FBovespa.
Didier Klotz, coordenador do Comitê de premiação do IBGC, descreveu o importante papel exercido pelo IBGC no desenvolvimento de melhores práticas de governança corporativa no Brasil, desde a sua fundação em 1995. Ele também apresentou os resultados de recente pesquisa realizada em conjunto com a Booz Allen sobre práticas de governança corporativa no país, incluindo os pontos fortes e fracos da governança de empresas brasileiras e recomendações para possíveis melhorias.

Por fim, John Wilcox, chairman da Sodali, discutiu a evolução da governança corporativa nos diferentes mercados onde a Sodali atua, enfatizando o Brasil e o seu forte desenvolvimento recente na área. A apresentação traçou um paralelo com as práticas observadas nos Estados Unidos e notou que o Brasil tem obtido avanços que ocupam lugar de destaque dentre os mercados emergentes, como a iniciativa da BM&FBovespa em se adiantar ao legislador e promover voluntariamente, com o apoio das empresas listadas, vários avanços em tema de governança corporativa.

 


Todas as fotos: cortesia de Roberta Arruga.
<< voltar